17.6.18

2º ANIVERSÁRIO DO BLOG

O blog faz 2 anos e convidei estes amigos para virem celebrar. 
E não é que vieram vestidos a rigor para a festa? 
Estão cá todos? Vamos lá soprar as velas. PARABÉNS!

Pois é... é o 2º aniversário e o blog está cada vez mais vocacionado para as manualidades, algo que descobri que me dá muito prazer e me deixa tranquila. Nos próximos tempos será esta temática que irá prevalecer, gosto muito de tintas, tecidos, papel, colas, feltros e etc. Haverá muito DIY para crescidos e para as crianças.
Aqui está uma atividade gira para fazer com os miúdos, engalanarem os animais para uma festa usando os mais variados acessórios, a imaginação fica ao critério de cada um.
Materiais necessários:
  • Animais de plástico (há na Tiger e na Ale-hop)
  • Tecidos, missangas, lacinhos, pompons, brilhantes, fitinhas, olhos de plástico, plumas, rendas e etc...
  • Cola, pincel, tesoura, tinta acrilica e fita cola para isolar
A decoração dos animais fica ao vosso critério, apenas vou dar algumas dicas. Para pintar parte dos bonecos isolar com fita cola o que não querem pintar, se o boneco for escuro dar pelo menos três de mão. Deixar secar em cada passagem.


Façam pequenos cones com os tecidos e colem as extremidades, na ponta colar um pequeno pompom.

Colar os elementos sempre com muito cuidado e sem excesso.

Os tecidos também ficam giros à volta dos boneco e os olhos dão-lhe um ar muito divertido.
Divirtam-se com a criançada.

Aqui no Facebook e Instagram

E-mail: porquegostoblog1@gmail.com

13.6.18

A PRAIA QUE NÃO ME SAI DA CABEÇA

Não é a primeira vez que faço bandoletes mas isso deve-se ao facto de ter cá por casa uma menina. Umas vezes muito feminina outras vezes maria-rapaz.
Mas para quem gosta de cabelo comprido uma bandolete faz sempre jeito. E como estamos desejosas do verão fiz uma com motivos do mar... a lembrar a praia.
E precisei de:

  • 1 bandolete de metal (pode também ser de plástico e assim sendo não precisa de forrar, mas escolha uma cor neutra).
  • Feltros (laranja, verde e creme)
  • Cola quente
  • Espuma de enchimento
  • Missangas brancas e pretas
  • Linha de coser de cor de laranja e creme
  • Tesoura, caneta e molas da roupa
Comecei por forrar a bandolete com o feltro creme. 
Cortei uma tira com 2 cm de largura e cosi com linha creme à volta da bandolete de forma a ficar totalmente forrada.

Imprimi o molde (molde no final) e recortei. Com uma caneta fiz o contorno à volta do feltro.

Comecei pelo caranguejo: Recortei duas vezes as patas, as pinças e o corpo.

Cosi duas missangas pretas para fazer os olhos.

Com cola quente colei as pinças e as patas na outra parte do corpo.

Com linha laranja cosi uma parte do corpo deixando uma ligeira abertura para colocar espuma de enchimento no interior e depois cosi na totalidade.

Recortei duas estrelas. Cosi missangas brancas no feltro creme como vêm na imagem.

Recortei cinco algas. Com uma caneta verde fiz um veio na alga de feltro verde.

Utilizei cola quente para colar todos os elementos na bandolete.

Usei duas molas da roupa para manter a bandolete de pé e assim poder colar as peças.

O molde.
Aqui no Facebook e Instagram






 

3.6.18

JARRA EM DOURADO, PRATA E ROSA

Já tinha usado esta técnica em frascos mas desta vez apliquei numa jarra de vidro simples que tinha cá em casa. Utilizei também papel de seda mas descobri que também havia este papel em dourado e prateado. Entre eles apliquei um papel rosa e finalizei com marcador preto para lhe dar um toque mais personalizado.
E o que precisei:

  • Jarra de vidro transparente
  • Papel de seda dourado, prateado e rosa
  • Marcador de tinta permanente preta com bico de 2-3 mm
  • Cola para découpage (podem usar cola branca misturada com um pouco de água)
  • Tesoura
Limpei a jarra muito bem e depois recortei triângulos  e retângulos de papel de vários tamanhos.

Pincelei a jarra com a cola e por cima fui colando o papel. Pincelei aos poucos, porque se colocar a cola de uma vez em toda a jarra e seca rapidamente.

Com a jarra já toda "forrada" pincelei-a toda com a cola e deixei secar, criando assim uma camada protetora e impermeável.

Depois de seca com a caneta fiz pontinhos e riscas em alguns pedaços de papel.

E terminei. Fica muito bonito e diferente. Na imagem a pintura na parede é da M. achei que as cores combinavam.

Aqui no Facebook e Instagram




27.5.18

SE A VIDA TE DÁ LIMÕES...

Gosto muito dos sacos de pano lisos porque permitem fazer trabalhos muito interessantes. Há alguns com estampagens fantásticas mas os mais interessantes são aqueles em que os desenhos são feitos por nós.
Neste saco estampei uns limões num amarelo vivo o que lhe dá um ar muito alegre.
E o que precisei:
  • Saco de pano liso
  • Tintas têxteis (amarelo, verde e preto)
  • Cartão
  • Pincéis
  • Pedaço de feltro (de espessura grossa)
  • Tesoura, mola e caneta
Comecei por recortar o molde do limão, contornei a caneta no feltro e cortei com a tesoura.


 Colei uma mola num dos lados do feltro para servir de pega.

Pincelei com tinta amarela um dos lados do feltro. 

Coloquei um cartão grosso no interior do saco de forma a tinta não passar para o outro lado do saco,
e estampei o molde por cima do saco em cada estampagem pressionar sempre o felto. A cada estampagem pintar sempre o molde. Deixar secar.

Com um pincel fino pintei pequenos pontos pretos no limão. Misturei pouquinho preto com amarelo e dei umas pinceladas de um dos lados dos limões para lhes dar algum relevo.

Com a tinta verde pintei pequenos troncos e folhas e deixei secar.
E com o saco pronto já podem ir ao pão, às flores... ou aos limões.

Aqui no Facebook e Instagram



19.5.18

A GALOPAR ATÉ AO ARCO-ÍRIS

O Dia da Criança está a chegar e perguntei à M. o que gostaria de receber como lembrança. Disse-me que queria um Unicórnio. Perguntei se podia ser eu a fazê-lo, disse que sim, aqui vai a minha sugestão diy para um unicórnio de feltro bem colorido... acho que ela gostou.

O que precisei:

  • Feltros (branco, roxo, amarelo, azul e preto)
  • Espuma de enchimento (comprei numa loja asiática)
  • Linha e agulha para coser (rosa)
  • Cola a quente
  • Papel EVA dourado
  • Fita de embrulho rosa
  • Cabo de madeira
  • Tesoura e caneta
Comecei por imprimir o molde, se possível em formato A3 para ter um tamanho razoável.


Recortei o molde do unicórnio e fiz o contorno no feltro branco com caneta preta. 

Cortei com uma tesoura de bicos ziguezague. São necessário dois recorte da cabeça.

Cosi as duas metades em toda a volta e cosi com linha rosa e deixando uma abertura na parte inferior.

Fiz exatamente o mesmo com as orelhas, a parte inferior fica aberta. Cortei 4 moldes de orelhas.

Recortei os moldes das crinas e contornei-as nos feltros. Duas cores de cada.

Desenhei duas "folhas" nos feltro amarelo e azul e cortei com a tesoura ziguezague.

Com cola a quente colei as crinas na cabeça, uma a uma, ficando ligeiramente 
desviadas uma das outras.

Coloquei espuma de enchimento nas orelhas, cosi e colei-as na cabeça do unicórnio.
Cortei duas meias-luas de feltro preto para fazer os olhos.

Para o chifre, recorte um triângulo ligeiramente comprido no feltro branco, cosi a parte mais comprida e virei do avesso.

Enchi com espuma de enchimento. Recortei um tira fina de papel EVA e enrolei à volta do chifre.
Cole com cola a quente uma extremidade e depois a outra.

Enchi a cabeça do unicórnio com espuma e coloquei um cabo de madeira.

Fechei a extremidade com linha de coser e coloquei uma fita de embrulho rosa.

Fechei as parte inferior do chifre com cola dobrando as extremidades e cole com cola a quente o chifre na cabeça.
Ter em atenção que a crina, o olho e a orelha repetem-se no outro lado do unicórnio, para ficar igual.

Agora a M. já pode galopar com o seu unicórnio na terra dos sonhos.

Aqui no Facebook e Instagram